Daniele Carmo Queiroz

matraga homenagens February 7, 2018

Fotos são saudades reveladas!

Lembro como hoje do professor Marcus andando pelos corredores da faculdade, com ares de quem tem muito a oferecer e uma trajetória que continha a história da psicologia junto. O admirava em segredo, nunca gostei de tietagem e confesso também que me gerava medo estar em sua presença, mas o desejo de estar com ele era maior ainda. Rsrs Carregava o lema consigo: Marcus, ame-o ou deixe-o! E eu o amava e como amava! Sem dúvidas, um divisor de águas na faculdade, na minha profissão e, sobretudo, na minha vida. Ele me encorajou, provocou, me instigou a buscar o melhor em mim mesmo. Dizia: “Dani, é hora de trilhar seu próprio percurso, você não precisa de tutela”. Clínico fugaz, conseguia “me ler” como em mil sessões de análise ninguém conseguira, era bruxo, era sensível, era um furacão ambulante. Me inspirava o tempo todo e suas questões e voz pulsante ecoarão para eternidade junto comigo. Esse será o seu maior legado. Você se vai, em corpo, mas ficará em afeto, na luta, através de suas contribuições teóricas, técnicas. Sinto-me privilegiada por ter cruzado o seu caminho, por ter sido sua orientanda, por ter partilhado da sua companhia e ter lutado lado a lado a mesma luta. Obrigada por sua gentileza, pelo carinho e sensibilidade comigo, por você ter sido quem é. Sentiremos a sua falta, vai ser difícil sem você, mas nunca deixaremos a luta esmorecer e o seu legado cair no esquecimento. Siga em paz no seu caminho, em outros planos, e puxa o pé dessas “almas sebosas” que perambulam por aí. Haha Um grande abraço da sua eterna admiradora! Te amo!

Marcus Vinicius, presente, presente, presente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *